Conheça as 4 principais fases do ciclo de vida de um produto — Sinergia Publicidade

Conheça as 4 principais fases do ciclo de vida de um produto

Conheça as 4 principais fases do ciclo de vida de um produto

As 4 principais fases do ciclo de vida de um produto
As 4 principais fases do ciclo de vida de um produto

Um item ou serviço com excelentes números de vendas, de repente, se torna esquecido pelo público e, por fim, é extinto do mercado ou da linha de produção de determinada empresa. Essa situação é cada vez mais comum e está diretamente relacionada com o ciclo de vida de um produto.

São estágios que serão percorridos durante todo o período de existência de uma mercadoria. Para uma estratégia de marketing certeira, é fundamental conhecer quais são essas fases para, então, criar campanhas e ações que estejam de acordo com a realidade atual do que está sendo comercializado.

Fazer essa adaptação conforme a fase em que o produto se encontra no mercado evita prejuízos e mantém uma boa lucratividade para a empresa.

Se você tem interesse nesse assunto e quer ficar por dentro das 4 principais fases do ciclo de vida de um produto, continue a leitura deste post e confira como identificar cada uma delas!

1. Introdução

Nessa etapa é realizado o lançamento do produto para o mercado e para o público. Inicialmente, o alcance e reconhecimento serão reduzidos, com um número de vendas menor e um lento crescimento.

A produção também será inferior quando comparada às outras fases à frente, em que a saída do produto será em maior escala. Da mesma forma ocorre com os lucros e com o retorno financeiro, já que a sua empresa tem uma demanda pequena ainda.

Para os gestores é essencial ter conhecimento sobre quais são as estratégias mais válidas durante esse estágio, já que ações inadequadas podem afetar todo o ciclo de vida do item comercializado.

Um dos pontos que já destacamos é o processo de produção, que deverá ser proporcional com a demanda. Nesse período, a empresa produz em um número menor, já que as vendas ainda ocorrem de maneira mais lenta.

2. Crescimento

Nessa etapa, o produto, que aliado a uma boa estratégia de marketing e a uma necessidade real do público-alvo começa a ganhar reconhecimento do mercado e, com isso, atrair novos clientes para a sua marca.

Como consequência, é possível observar uma lucratividade maior, com uma quantidade expressiva de vendas e oportunidades de negócio. Diante disso, a linha de produção da marca também aumenta, impulsionando o crescimento da empresa e os lucros.

A aceitação no mercado se torna maior, o que resulta em uma base de consumidores maior. É importante que a empresa continue promovendo ações e campanhas durante esse período para que as vendas se consolidem. Se isso não ocorrer, o risco de ter uma queda significativa na fase seguinte do ciclo é grande.

Outro ponto é a concorrência, que tende a aumentar por meio de produtos ou serviços que se assemelham ao que é comercializado por sua empresa.

Portanto, continuar promovendo e investindo em seu negócio para manter a liderança no mercado é de suma importância. Do contrário, o desempenho positivo terá uma queda expressiva.

3. Maturidade

Durante esse período, o produto já está consolidado no mercado e conta com um bom número de vendas. No entanto, começa uma fase de estabilidade, por isso, os lucros e a demanda diminuem. Geralmente, é a etapa mais longa, sendo que algumas marcas contam com um produto que permanece por um longo tempo no estágio de maturidade.

concorrência se torna mais acirrada e é necessário planejar estratégias mais específicas e atrativas para conquistar a preferência do público consumidor.

Com a queda nos lucros, é fundamental que a marca busque maneiras de diferenciação. Ou seja, ofereça além do que é já é fornecido por outras empresas do nicho. Assim, é possível se tornar a principal referência no assunto.

Então, é nesse período que você poderá pensar em novas estratégias, que sejam inovadoras e úteis para os seus clientes. O uso do marketing, tanto offline quanto online, é uma excelente opção para estabelecer um relacionamento com os consumidores.

Por isso, se você deseja permanecer por mais tempo no estágio de maturidade e, com isso, ter um índice positivo de vendas, é preciso planejar novas soluções.

4. Declínio

Imagine que um item, que anteriormente era disputado pelo público e consumido por um grande número de pessoas, começa a desaparecer do mercado, se tornando ultrapassado e dispensável para os clientes. A partir disso, outros produtos surgem e se tornam os líderes de vendas.

Na fase de declínio, acontece dessa forma. Os lucros e as vendas relacionadas ao produto caem e, então, a empresa precisa criar um planejamento, pensando em outros itens ou serviços que sejam mais rentáveis.

Com as novas tecnologias, observamos que algumas marcas chegam até a fase de declínio rapidamente, já que constantemente o comércio apresenta produtos mais avançados e que substituem aqueles que já estavam estabilizados.

Uma solução para minimizar os prejuízos com esses itens é a queima de estoque, muito utilizado por empresas. Além disso, é importante inovar e produzir aquilo que é mais interessante para o seu público, com soluções novas.

Fazer isso evita que toda a sua empresa seja prejudicada por causa do ciclo de vida de um único produto. Afinal, é fundamental se atualizar frequentemente, com ideias criativas e novas ações que atraem o consumidor.

Saber como funciona o ciclo de vida de um produto contribui para a tomada de decisão do gestor, que terá mais entendimento sobre a eficiência das estratégias utilizadas. Quando isso não acontece, o investimento financeiro e o tempo gasto no planejamento terão sido inviáveis e sem um retorno positivo para a marca. Por isso, é essencial acompanhar essas etapas para se adaptar e, assim, conseguir alcançar o melhor resultado possível.

O conhecimento sobre o perfil do público, assim como suas principais necessidades, são questões importantes para ações certeiras, seja offline ou online. Fases, como a de crescimento e a maturidade, exigem boas estratégias para que o alto volume de vendas permaneça por mais tempo.

Com essas informações ficará mais fácil identificar em qual fase está o ciclo de vida de um produto ou serviço, criando boas oportunidades de negócio para sua empresa.

Se você gostou deste conteúdo, aproveite a visita para assinar também a nossa newsletter. Dessa forma, você receberá nossas atualizações em primeira mão, direto em sua caixa de entrada!