Entenda a importância do planejamento estratégico de marketing — Sinergia Publicidade

Entenda a importância do planejamento estratégico de marketing

É comum que gestores de empresas enfrentem excesso de tarefas e falta de tempo, o que dificulta a análise e escolha de investimentos mais assertivos no dia a dia. Nesse cenário, um planejamento estratégico de marketing facilita a definir essas diretrizes e ajuda no cumprimento de atividades em prazos estipulados, a fim de alcançar os objetivos organizacionais.

Esse documento auxilia no posicionamento de empresas no mercado, no desenho dos melhores caminhos para o crescimento do negócio e no desenvolvimento de maneiras para alcançar os resultados esperados, além de ajudar na organização diária e alcance nas metas de vendas.

Neste post, vamos apresentar essa ferramenta, seus benefícios e o passo a passo para a implementação. Continue a leitura!

O que é planejamento estratégico de marketing?

É um documento usado para guiar o posicionamento de uma organização no mercado e definir as ações necessárias para aumentar a competitividade e otimizar os resultados das campanhas de marketing e vendas.

No planejamento estratégico de marketing são inseridas informações sobre o mercado em que a empresa atua, seus concorrentes, estratégias, indicadores, objetivos e demais aspectos para nortear as ações da organização.

Um plano de marketing bem-feito ajuda não somente a lançar uma empresa e suas soluções no mercado, mas a mudar o posicionamento de uma antiga. Para isso, é preciso seguir algumas etapas de planejamento, o que exige análise e esforço.

Por que um planejamento estratégico de marketing é importante?

O planejamento estratégico de marketing é fundamental para guiar e estruturar as ações para o alcance de um objetivo. Ele atua como uma bússola, apontando o caminho a seguir para o sucesso da organização.

Sem um plano, fica muito mais difícil alcançar bons resultados por conta da falta de organização, de metas e objetivos bem estruturados, ações estratégicas direcionadas e de um monitoramento cuidadoso de tudo o que é feito. Além disso, ajuda também a definir o público-alvo, preços dos produtos, locais de venda, entre outros aspectos relacionados a investimentos mais assertivos.

Assim, uma gestão guiada por um bom plano de marketing não gasta tempo em tarefas cotidianas e, com estratégias bem definidas, logo é percebido a melhoria dos resultados e mais organização nas ações.

Qual o passo a passo para realizar um bom planejamento estratégico de marketing?

Agora que você entendeu a importância de um plano, vamos mostrar como aplicar o conceito na sua empresa.

Estabeleça os 4P’s do marketing para a sua empresa

Uma das primeiras etapas de um planejamento estratégico é definir, com base em análises de mercado, a composição do seu mix de marketing, ou seja, o produto, preço, praça e promoção que guiará o posicionamento da sua empresa.

Esses pilares são essenciais para criar estratégias mais assertivas e suas definições devem acontecer, de modo ideal, no início da empresa. Afinal, não haverá o que fazer ou maneiras de investir em campanhas de marketing ou vendas se a empesa não souber o que vende, quanto custa, onde o cliente pode adquirir, e não tiver conhecimentos sobre em que canais fazer a propaganda de suas ofertas.

Defina objetivos estratégicos e metas mensuráveis

Saiba o que você pretende alcançar com suas ações e coloque isso no seu planejamento. Os objetivos de marketing devem estar alinhados à estratégia geral da empresa. É comum querer aumentar as vendas e o reconhecimento da marca no mercado.

Feito isso, chega a hora de desdobrar esses objetivos em metas mensuráveis.Para isso,  procure ser realista, analise os resultados no ano, semestre ou bimestre anterior. Verifique a situação do mercado e o desempenho de seu negócio para só depois criar as metas.

No planejamento estratégico de marketing você deve descrever como mensurará seus resultados e, para isso, você pode utilizar indicadores de performance, como Número de Visitantes no Site, Taxa de Conversão, ROI (Retorno sobre o Investimento), CAC (Custo de Aquisição do Cliente) e as Vendas.

Após definir os seus objetivos e metas, crie um cronograma para as suas campanhas e ações de marketing, considerando os limites de sua empresa. A sazonalidade e datas comemorativas também precisam ser analisadas.

Entenda seu público-alvo

É bem provável que você já tenha ideia de quem é o seu público. Porém, durante o processo de planejamento, faça um estudo mais aprofundado dos perfis de seus potenciais consumidores. Você deverá analisar aspectos como faixas etárias, gêneros, regiões onde moram e interesses comuns de pessoas que já compram de você.

Entenda melhor quais são suas necessidades, o que as deixam satisfeitas com relação a empresa e quais as suas reclamações. Essa etapa é muito importante, pois conhecer profundamente seu público-alvo ajuda a escolher os canais de venda e redes sociais onde investir, definir o tipo de comunicação que deve ser usada e até mesmo quais conteúdos produzir nas suas estratégias.

Crie as personas do seu negócio

Após selecionar o público-alvo, crie personagens fictícios que representem o perfil de cliente ideal para a sua empresa. Isso facilitará a criação de estratégias com base nas suas necessidades e objeções. Aliás, a sua base de consumidores atual é um ótimo ponto de partida para começar a definir esses avatares. Uma boa dica para isso é a aplicação de questionários.

Utilize as respostas, dados e informações que você já tem e crie um nome fictício que facilita o reconhecimento da persona — idade, cargo, segmento profissional da empresa na qual trabalha, seus hobbies, objetivos, problemas e demais aspectos de sua vida. Depois, documente essa persona, atribua uma foto ou imagem ilustrativa e compartilhe com a sua equipe.

Escolha os canais e as ações a serem realizadas

Estabeleça os canais que serão usados e o investimento necessário para cada ação. Isso é fundamental para escolher estratégias mais assertivas, além de facilitar previsões do fluxo de caixa e atribuir responsabilidades à equipe.

As ações de marketing são inúmeras, mas para escolher as mais adequadas para a sua empresa você deve considerar quais estão mais de acordo com as personas, os objetivos e metas estipulados e que estão dentro do orçamento da área.

Você pode investir em estratégias de inbound marketing para se tornar uma autoridade na internet, pode usar o marketing sensorial, merchandising, estratégias promocionais em PDV, publicidade em vídeo online, anúncios digitais, TV, entre muitas outras ações.

É importante entender que cada estratégia apresenta suas particularidades, como o tempo e o tipo de retorno — algumas são mais focadas em vendas, outras em marca — e podem ser trabalhadas em conjunto para melhores resultados.

Mensure e corrija ações

Tão importante quanto implantar um planejamento é medir os resultados das ações tomadas. Afinal, é preciso entender o que deu certo ou não, se é necessário corrigir, substituir ou até mesmo investir mais em uma ação do que em outra.

Para fazer isso, utilize os indicadores de performance sobre os quais explicamos anteriormente e realize, sempre que possível, testes e otimizações. Utilize esses insights para rever o seu planejamento estratégico de marketing com determinada frequência e, se preciso, mude as metas e objetivos.

Defina OKRs trimestrais

O OKR (Objectives and Key Results) é uma metodologia de gestão criada por Andrew Grove, ex-presidente da Intel, empresa de tecnologia que tem como finalidade simplificar os objetivos principais de uma organização.

De acordo com o conceito, os gestores devem apresentar uma direção clara do que a empresa quer conquistar e, a partir daí, são estabelecidas metas menores que ajudam a demonstrar o caminho e o status até alcançar os objetivos.

Por exemplo, se você quer aumentar as vendas da sua empresa, esse seria o objetivo principal, enquanto que as metas poderiam ser a diminuição do ciclo de vendas em 10% e aumentar o número de leads gerados por mês.

Se possível, procure definir metas claras e prazos curtos para facilitar a implementação do conceito em sua empresa.

Faça uma análise SWOT

Essa análise, que também é conhecida como matriz FOFA (Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) é um resumo, em formato de diagrama, da situação da empresa no mercado em que atua. Isso facilita a análise das estratégias de posicionamento da marca e das campanhas de marketing e vendas.

Para fazer essa análise, você precisa verificar o ambiente externo, que têm relação com aspectos econômicos, políticos, culturais, demográficos, tecnológicos e jurídicos em que a sua empresa está inserida. Além disso, é necessário identificar produtos substitutos, concorrentes, clientes e fornecedores. Isso ajuda a entender e realizar previsões relacionadas à situação econômica.

Internamente, é preciso avaliar aspectos como a localização, reputação da marca, finanças, marketing, gestão, qualidade e demais setores, com o objetivo de conhecer as forças e fraquezas da empresa e, assim, comparar com outras organizações as vantagens e desvantagens de suas soluções.

E então, aprendeu quais são as etapas para criar um planejamento estratégico de marketing? O processo pode ser um tanto quanto complexo, já que envolve muitas análises e setores de uma empresa e, por isso, pode ser importante ter uma agência parceira que ajude o gestor a construir e executar com mais assertividade esse plano.

Se você tem verba curta de investimento em marketing e quer saber mais sobre planejamento, confira nosso artigo sobre planos eficientes, criativos e econômicos.