Entenda o conceito de publicidade e mídia programática e saiba como usá-la — Sinergia Publicidade

Entenda o conceito de publicidade e mídia programática e saiba como usá-la

Entenda o conceito de publicidade e mídia programática e saiba como usá-la

Entenda, neste texto, por que a mídia programática é considerada uma tendência para o futuro do marketing e quais vantagens ela pode trazer. Vamos lá!
Entenda, neste texto, por que a mídia programática é considerada uma tendência para o futuro do marketing e quais vantagens ela pode trazer. Vamos lá!

Ser capaz de vender os produtos e serviços online é o desejo de muitas empresas, mas como fazer com que a divulgação alcance as pessoas certas? O conceito de mídia programática é uma tendência que vem crescendo nos últimos tempos e pode proporcionar diversos benefícios às organizações.

Ela nada mais é que uma forma de comprar um espaço de mídia por meio de um programa ou ferramenta. Essa aquisição ocorre com pouca ou quase nenhuma interação humana, apenas direcionando o conteúdo para a segmentação ideal para o negócio.

A publicidade desempenha um grande papel nos resultados das empresas. Portanto, detalhamos o que o futuro espera desse conceito e quais vantagens ele pode trazer para as organizações. Vamos lá!

Por que a mídia programática é considerada uma tendência?

Não existe exagero quando dizem que a mídia programática é o futuro. Desde 2014, quando começou a se popularizar, esse conceito passou a atrair pequenos e grandes anunciantes. Por causa disso, 50% do mercado norte-americano já foi conquistado pelo recurso, transformando todo o ambiente digital como era conhecido.

No Brasil, o cenário não tem sido muito diferente e o crescimento esperado por esse modelo de mídia é animador. Segundo os dados coletados pela revista Exame, o segmento é maduro o suficiente e já é considerado pelas empresas um ótimo investimento.

Seu potencial de crescimento até 2020 se aproxima da casa dos 42 bilhões de dólares investidos ao redor do globo. Neste ano, foram triplicadas todas as aplicações nessa mídia no país, chegando ao investimento de 239 milhões de dólares.

Mas o que fez com que esse conceito crescesse tanto? Inicialmente, toda essa tecnologia foi adotada por pequenos nichos, como os e-commerces, que se beneficiavam diretamente da oferta de seus produtos divulgados na internet.

Grandes organizações do setor industrial, financeiro e de telecomunicações ainda resistem em incluir a mídia programática entre suas estratégias de comunicação. Porém, no atual momento, compõem o segmento que mais vem investindo na ideia para alcançar públicos mais abrangentes e atender à necessidade de cada potencial cliente.

Como a mídia programática funciona?

Antes de iniciar essa explicação, é importante esclarecer um pouco sobre os principais conceitos relacionados a esse tipo de mídia. O Ad Exchange é uma plataforma em que o publisher comercializa seu espaço para a publicidade de outras empresas.

Já o Demand Side Plataform (DSP) é um modelo de plataforma que auxilia o anunciante a encontrar as melhores ofertas de lugares para inserir os seus anúncios, mostrando o melhor espaço para atingir a audiência correta — atuando como um intermediário entre o Ad Exchange e o anunciante.

Em resumo, a mídia programática ocorre no momento em que uma compra e venda de espaços publicitários é efetuada. Esse modelo de transação é realizado de maneira totalmente automatizada. Sendo assim, uma empresa que deseja anunciar algum conteúdo, oferta, serviço ou produto escolhe o público-alvo que pretende alcançar com o auxílio da segmentação.

Com isso, é realizado um leilão pelo custo de impressão para os interessados no espaço em que os participantes dão seus lances. A plataforma DPS tem um grande poder de segmentação, com opções para diferenciar as pessoas pelo gênero, localização, grau de intenção de compra, interesses etc.

Esse modelo de leilão é conhecido como Real Time Bidding (RTB). Nele é garantido que as audiências com menor número de participantes sejam mais vantajosas para as empresas. Isso porque, uma vez que a organização vence, os seus anúncios são mostrados em locais específicos.

A grande diferença é que essas peças são exibidas somente para um perfil de público-alvo detalhado anteriormente pela empresa, otimizando o alcance da marca.

Quais são as vantagens da mídia programática?

Além dos baixos custos pagos pelos espaços adquiridos, a mídia programática assegura outros benefícios para as ações publicitárias dos negócios. Veja quais são e como potencializam os resultados conquistados.

Maior assertividade

Ao efetuar a compra desse tipo de mídia, a empresa passa a ter um dos pontos mais importantes da tecnologia: a segmentação do público. Conhecer a audiência da marca é necessário para direcionar os esforços de marketing de modo a assegurar os melhores resultados.

Quando bem feita, ela garante que o negócio vá se conectar às DSPs corretas para comprar apenas em espaços publicitários que oferecem o melhor retorno. Com isso, a organização consegue fazer publicidade online de forma mais assertiva e com resultados satisfatórios.

Controle sobre o alcance dos anúncios

A tecnologia possibilita às empresas um controle maior sobre o alcance dos anúncios na mídia programática. Com o monitoramento aprimorado, é possível saber, em tempo real, a quantidade de pessoas que interagiram com os anúncios publicados.

Também dá para ver quantas visualizações o conteúdo recebeu e quais cliques se tornaram leads para a empresa. Esse recurso possibilita otimizar a maneira como a organização anuncia constantemente.

Melhor gestão do orçamento

O uso das mídias programáticas possibilita aos gestores um controle maior sobre os recursos aplicados em seus anúncios. Desse modo, é possível definir valores condizentes com o quanto a organização deseja investir em sua publicidade.

Mais rapidez

Contar com a movimentação de compras e vendas de maneira automatizada pelas ferramentas é uma forma de garantir maior agilidade para todo o processo. Ao retirar a interação humana, as dúvidas em relação às tomadas de decisão são menores, favorecendo a velocidade com que as coisas acontecem.

Essa vantagem é essencial para as empresas que querem se aproveitar de determinadas oportunidades ou que estão com prazos limitados. Desse modo, é possível atingir a audiência do negócio em menor tempo hábil e conquistar resultados rapidamente.

Ter o controle sobre os limites mínimos e máximos de cada clique ou impressão é mais prático nesse tipo de mídia. Assim, eles podem ser considerados pela plataforma até que sejam modificados pela organização.

Com um futuro promissor para as empresas, a mídia programática está ganhando cada vez mais força no mercado. Seu uso é uma maneira de dinamizar as estratégias de marketing da organização, otimizando a sua eficácia. As vantagens são benefícios que não devem ser ignorados pelos gestores, principalmente pela sua capacidade de automatização e diminuição de risco em falhas humanas.

Publicidade é a chave para conquistar potenciais clientes para o seu negócio. Portanto, entre em contato conosco e conheça as soluções que temos para o seu negócio!