Marketing estratégico: na prática, o que é pensar estrategicamente?

Marketing estratégico: na prática, o que é pensar estrategicamente?

Marketing estratégico: na prática, o que é pensar estrategicamente?

Marketing estratégico: na prática, o que é pensar estrategicamente?
Marketing estratégico: na prática, o que é pensar estrategicamente?

Qualquer empresa deve saber lidar com o seu mercado e os seus consumidores para obter sucesso em suas ações. Para isso, é fundamental pensar estrategicamente para realizar os processos cotidianos e, inclusive, nas técnicas de marketing estratégico.

Você sabia que um dos melhores caminhos para criar uma vantagem competitiva, em relação aos seus concorrentes do mercado, é investindo no planejamento por meio de táticas de divulgação da sua empresa? Pensando nisso, montamos este post para falar mais detalhadamente sobre o que é essa técnica empresarial e como aplicá-la no seu negócio. Ficou curioso? Então continue a leitura!

Afinal, o que é marketing estratégico?

O marketing estratégico é usado pelas organizações para criar um plano visando conquistar os clientes e satisfazê-los, além de aumentar a produtividade e a rentabilidade do negócio. Ele orienta todo o desenvolvimento do planejamento baseado no perfil dos clientes e suas necessidades.

Dessa forma, determina as ações e os recursos que serão usados em um determinado período de tempo, podendo ajudar o negócio a ser mais inovador e, assim, obter maior aceitação no mercado. Nele também são definidos quais serão os canais que a empresa vai usar para promover suas metas e os prazos para atingir os objetivos.

Os elementos essenciais que devem fazer parte desse planejamento são:

  • definir objetivos realistas;
  • criar táticas de negócios mais eficazes;
  • analisar as falhas do plano anterior;
  • propor ações para melhorar o desempenho das ações estabelecidas.

Quais as mudanças em relação ao velho marketing?

A evolução do marketing beneficiou o planejamento estratégico das empresas. Uma abordagem diferente do modelo clássico de gestão é usado para promover a marca, pondo fim ao velho passo a passo e focando no desenvolvimento de ações diferenciadas para cada marca.

Os 4 P’s — preço, praça, promoção e produto — fazem parte de um conceito muito famoso na área, além de ter um caráter operacional (o famoso passo a passo), que nem sempre tem a precisão adequada para esclarecer todo o universo das ações empresariais.

O marketing estratégico, por sua vez, baseia-se na utilização das ferramentas administrativas para alcançar os objetivos pré-definidos. Para tal, ele busca compreender, por exemplo, a razão de empresas de um mesmo segmento apresentarem resultados tão diferentes entre si e qual o segredo da liderança de uma determinada marca em relação às concorrentes no mercado.

Desta forma, essa metodologia surge para auxiliar na elaboração de planos de ações futuros de uma organização, considerando os consumidores, suas escolhas e a triangulação entre público, ofertas e concorrência. Portanto, sua função é entender itens como:

  • o que a marca oferece para o mercado;
  • qual a oferta que ela proporcionará;
  • como os consumidores perceberão essa oferta;
  • quais as ações desenvolvidas pelos competidores.

A utilização de novas estratégias por essa abordagem não implica o abandono das antigas práticas, mas sim um aprimoramento frente às mudanças do mercado. Assim, o marketing deixa de influenciar apenas a comunicação com os consumidores e passa a atuar em todos os processos do empreendimento.

Como pensar estrategicamente no dia a dia da empresa?

O pensamento estratégico deve fazer parte de todas as ações da sua companhia, sabia? Ele deve estar fortemente presente no setor do marketing, mas também em todas as decisões que influenciem o futuro do negócio.

Pensando nisso, vamos mostrar a você como pensar estrategicamente no dia a dia da empresa. Confira mais a seguir!

Orientar-se por dados

A análise de dados é muito importante para alavancar os negócios, uma forma de fazer isso é utilizando o Big Data — todas as informações que reunidas estruturadas ou não, que podem servir de base para a criação de ferramentas, prevenindo erros ou otimizando os resultados já obtidos.

Existem cinco dimensões que envolvem o uso do Big Data e que podem ser usadas para sistematizar o uso de dados na gestão. Elas são conhecidas como os 5v’s: volume de geração de dados, variedade de dados, velocidade da geração, veracidade dos dados e o valor de cada conteúdo.

Observar os movimentos do mercado

Acompanhar como anda o mercado é fundamental para analisar as necessidades dos consumidores. Observando a concorrência é possível identificar como o público consumidor se comporta. Contudo, um dos pontos mais difíceis de identificar são as tendências de mercado potencial.

Isso acontece pois explorar uma tendência nova implica em transformar sua marca numa pioneira naquele segmento, provocando inúmeras incertezas e desafios. Porém, o lado bom disso tudo é o fato de você poder trabalhar em um mercado completamente sem concorrentes.

Traçar e acompanhar metas

Para traçar as metas e objetivos de um negócio, é necessário fazer todo o planejamento estratégico previamente. Existem diversos artifícios que podem ser usados, como a análise SWOT e as 5 forças competitivas de Porter.

O primeiro consiste no estudo das forças e fraquezas da sua empresa, enquanto o último se baseia na investigação competitiva e no entendimento sobre a sua posição no mercado. Vale ressaltar que o acompanhamento das metas garante que suas equipes estão fazendo um bom trabalho e empenhadas em alcançar o objetivo final.

Métricas de curto a longo prazos

As métricas são medidas de mensurar investimentos ou ações relacionadas à sua empresa, em quantidade e qualidade. No planejamento estratégico, é importante utilizar métricas que mostrem desde quantas visitas o site recebe por dia até o índice de rejeição de um produto baseado no feedback dos clientes, por exemplo, para ser possível mapear quais pontos devem ser melhorados.

Ciclo de vida

Saber o ciclo de vida de um produto ou setor torna possível definir em que devem ser depositados os investimentos e o que deve ser cortado. Existem quatro etapas de ciclo de vida: introdução, crescimento, maturidade e declínio. Por isso, dê atenção à fase em que o produto/serviço se encontra para não perder investimentos.

Realize reuniões estratégicas periódicas

As reuniões estratégicas são fundamentais para avaliar e criar novos planejamentos. Além disso, é importante que sejam frequentes, pois as mudanças no mercado são constantes e tudo pode variar de um dia para o outro.

Veja, a seguir, são os três pontos básicos para refletir sobre as metodologias usadas nas suas ações:

  • comparar o que foi planejado com o que foi realizado;
  • verificar seus fatores chave de performance e tentar encontrar gargalos (pontos que não estejam andando bem);
  • pensar em soluções e alterações engenhosas para melhorar o que estiver com um desempenho insatisfatório.

Nesse post, vimos a importância do marketing estratégico fazendo parte do dia a dia de uma empresa, além de descobrir como pensar estrategicamente para alcançar o sucesso. Aplicar essas técnicas é muito importante para otimizar o seu negócio, a partir de um bom diferencial no mercado.

Agora que você já sabe a importância do marketing estratégico, aprenda também como fazer uma pesquisa de mercado em 4 passos básicos!

Receba nossa Newsletter em primeira mão