Planejamento estratégico, tático e operacional: entenda as diferenças — Sinergia Publicidade

Planejamento estratégico, tático e operacional: entenda as diferenças

Planejamento estratégico, tático e operacional: entenda as diferenças

Para qualquer negócio, planejar as etapas e os processos faz toda a diferença. Quando os gestores pensam nas ações futuras para a empresa e avaliam como elas serão colocadas em prática, por meio de um planejamento estratégico, tático e operacional, o risco de falhas é consideravelmente menor.  Por outro lado, sem avaliar quais serão as ações aplicadas, vários problemas podem ocorrer  inclusive perdas financeiras.

O alcance dos objetivos da empresa está diretamente relacionado com esse aspecto, por isso é fundamental saber as diferenças entre os diferentes tipos de planejamento. Se você quer entender mais sobre cada um desses pontos e como podemos diferenciá-los, continue acompanhando a leitura deste post. Confira!

Planejamento estratégico

Esse tipo de planejamento é o início de tudo. É nessa fase que os administradores e empresários decidem aspectos da empresa pensando a longo prazo, como missão, objetivos a serem alcançados, valores da organização e fatores externos e internos que serão parte do dia a dia de trabalho.

É realizada uma análise do cenário, pensando em objetivos para períodos maiores, geralmente, 5 a 10 anos. Portanto, é um documento crucial para o desenvolvimento de outras estratégias, pois é a base para decisões à frente. Dessa forma, o planejamento estratégico engloba questões mais abrangentes da empresa, já que ações mais específicas podem sofrer alterações ao longo do tempo.

Planejamento tático

É um planejamento mais pontual, em que são determinadas as metas que precisam ser alcançadas para um setor específico ou um conjunto de departamentos da empresa. Um dos principais objetivos é estabelecer insumos e promover ações para atingir os objetivos traçados no planejamento estratégico.

Ele pode ser realizado por gerentes, administradores ou outros profissionais da organização. Na maioria das vezes, os alvos são fixados para médio prazo, por isso, contêm uma riqueza maior nos detalhes para auxiliar no cumprimento das metas.

É um planejamento mais limitado, sendo que para todas as ideias serem tiradas do papel é essencial entender como isso ocorrerá, estabelecendo quais serão as maneiras adotadas pela empresa.

Planejamento operacional

Por fim, o planejamento operacional envolve aqueles que realizam e executam as atividades diárias. Uma das principais diferenças é em relação ao tempo em que as metas são definidas, pois nessa etapa é fixado um período de curto prazo, entre 3 e 6 meses. Está associada ao que foi traçado na fase tática, certificando-se de que as práticas estão sendo aplicadas no ambiente de trabalho.

Todos podem colaborar para que a empresa alcance os objetivos individuais e em equipe, sempre seguindo os procedimentos e padrões que foram acordados. Dessa forma, fica mais fácil garantir bons resultados ao longo dos anos e com isso, ter sucesso no planejamento.

Entender as diferenças entre o planejamento estratégico, tático e operacional é indispensável para tomar decisões mais específicas e certeiras.

Além disso, é importante analisar questões relacionadas ao perfil da empresa, como hábitos de consumo dos clientes, orçamento financeiro e assim por diante. Por isso, contar com a ajuda de profissionais especializados é relevante para criar estratégias e definir ações que aumentam o potencial de seu negócio.

Gostou dessas dicas? Continue aprendendo e leia também sobre como é possível ter mais foco no core business!