Saiba o que é propaganda enganosa e como evitar — Sinergia Publicidade

Saiba o que é propaganda enganosa e como evitar

Saiba o que é propaganda enganosa e como evitar

Nos dias de hoje, com o mercado altamente competitivo, é muito importante entender o que é propaganda enganosa para não cometer o erro de se destacar da concorrência por meios desonestos. Você com certeza já deve ter ouvido falar em alguma marca famosa que se envolveu em polêmica por esse motivo, certo?  

Uma atitude como essa não prejudica somente os consumidores que são enganados mas, principalmente, a empresa, ferindo sua própria imagem e perdendo credibilidade no mercado. Pensando nisso, elaboramos este post para você saber mais sobre o assunto e evitar esse erro tão grave. Acompanhe! 

Entenda o que é propaganda enganosa 

A publicidade enganosa se caracteriza por apresentar noções erradas sobre a realidade de produtos e ou serviços anunciados por uma empresa. O Código de Defesa do Consumidor (CDC) lista os aspectos objetivos de um produto que, quando se mostram incompatíveis com a verdade, caracterizam uma propaganda enganosa. São eles: origem, preço, composição, riscos, produção, garantia, propriedades e semelhantes. 

É importante ressaltar sua diferença em relação à propaganda abusiva que, por sua vez, envolve questões éticas e morais, não se relacionando, necessariamente, com aspectos objetivos do produto. Por exemplo, ela pode explorar um público vulnerável, como o infantil. Dessa forma, apresenta caraterísticas que podem ferir os direitos humanos, como induzir comportamentos prejudiciais à saúde, incitar a violência, apresentar características discriminatórias e por aí vai. 

Conheça os tipos de propaganda enganosa 

A seguir, apresentamos os quatro tipos de propaganda enganosa para você entender ainda mais sobre o assunto. Continue e leitura! 

Propaganda enganosa comissiva 

Esse tipo de publicidade tem a característica de incitar o consumidor a cometer um erro, como anunciar que um smartphone é à prova d’água sem ele, realmente, ser. 

Propaganda enganosa omissiva 

Esta se refere à omissão de informações, o que pode fazer com que o consumidor cometa um erro que poderia ser evitado com as informações corretas. Como, por exemplo, a embalagem de um produto não informar a presença de glúten e um consumidor passar mal por ser alérgico. 

A publicidade enganosa omissiva pode ser considerada dano moral e é sempre responsabilidade da empresa. 

Propaganda enganosa parcialmente falsa 

Como o próprio nome diz, este tipo de publicidade fornece informações parcialmente falsas nos anúncios. Como por exemplo, uma empresa alegar que um liquidificador tem X utilidades, quando na verdade, possui apenas Y. 

Propaganda enganosa inteiramente falsa 

Por último, existe a publicidade que fornece informações totalmente falsas sobre o produto ou serviço. Por exemplo, a empresa anunciar um creme antirrugas que mostra resultados em uma semana, sendo que não existe nenhuma comprovação científica de que os componentes do creme são capazes de cumprir tal promessa.   

Dicas para não criar propagandas enganosas 

Confira, a seguir, duas dicas fundamentais para que sua empresa não anuncie uma propaganda enganosa!

Fique atento às regras do CONAR 

Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (CONAR) impõe algumas regras na criação de propagandas e, segundo o seu código de normas,  “o anúncio não deverá conter informação de texto ou apresentação visual que direta ou indiretamente, por implicação, omissão, exagero ou ambiguidade, leve o consumidor a engano quanto ao produto anunciado, quanto ao Anunciante ou seus concorrentes”.  

Portanto, é imprescindível conhecer as regras do CONAR para garantir que sua empresa não veicule propaganda enganosa nos meios de comunicação.  

Sempre revise o conteúdo das peças publicitárias 

A revisão das peças publicitárias é parte fundamental para garantir que as informações presentes são verdadeiras e não vão levar o consumidor ao engano, seja por falta de informação ou ambiguidade. Dessa forma, a empresa estará evitando erros irreparáveis contra o consumidor e o próprio negócio. 

Como vimos, a propaganda enganosa mostra uma noção errada da realidade sobre os produtos ou serviços, seja por meio da omissão de informações até mesmo a anúncios totalmente falsos. Dependendo do nível de experiência dos autores, é possível cometer erros não intencionais e prejudicar a reputação da marca.  

Por isso, o ideal é contratar uma agência de publicidade que seja capaz de traduzir toda a verdade e funcionalidade por trás da oferta, criando propagandas fiéis a realidade do seu produto. 

Agora que você já sabe o que é propaganda enganosa, curta nossa página do Facebook e acompanhe nossas publicações! 

Receba nossa Newsletter em primeira mão